Bangkok é uma cidade que surpreende pelo contraste entre a modernidade e a tradição de seus 3000 templos. Mais de 95% da população tailandesa é budista, e isso explica esse número surpreendente. Obviamente não é possível visitar todos eles, então preparei este post com  as informações essenciais para conhecer o mais belos, exóticos e importantes templos da cidade.

Como chegar aos Templos de Bangkok?

Os  principais templos da cidade, Wat Pho, Wat Pra Kaew e Wat Arun, ficam  bem próximos uns dos outros, sendo  possível percorrer o trajeto entre eles a pé.  Para chegar até essa região utilizando transporte público, pegue o Skytrain BTS e desça na estação Saphan Taksin, às margens do Rio Chao Phraya. Pra quem está hospedado na região da Khao San Road, é possível ir caminhando ou pegar um tuk-tuk até o rio, daí em diante, siga de barco até ao pier  Tha Thien, desembarcando a poucos metros do primeiro templo.

Estaçao metro olharespelomundo (2)

Além de ser baratinho, indo de barco você foge do trânsito e tem uma visão diferenciada de Bangkok. Esses barcos  funcionam exatamente como ônibus fluviais, e são habitualmente utilizados pelos locais. Importante notar que os barcos expressos saltam algumas estações, verifique antes.

Existem também alguns barcos voltados para turistas, onde se paga um pouco mais caro pra ter um guia dando explicações em inglês durante todo o caminho. Não tivemos tempo de fazer o passeio de barco noturno, mas essa é outra dica que tem como ponto alto a paisagem dos templos iluminados.

DCIM100GOPROGOPR0754.
Barco no Rio Chao Phraya/ Foto: Fernanda Carvalho
DCIM100GOPROGOPR0755.
Pier às margens do Rio Chao Phraya/ Foto: Fernanda Carvalho

 

Para os outros templos,  é necessário pegar táxi, ou combinar transporte público e táxi. Algumas pessoas contratam um taxista para o dia todo e  conseguem assim visitar mais templos no mesmo dia. Mas se tiver tempo, não deixe de fazer o trajeto de barco e as caminhadas entre os três templos  nas margens do rio, apesar de ser um circuito super turístico, é uma imersão e tanto na cultura tailandesa.

10 Dicas para Visitar Templos na Tailândia

 

Cada templo de Bangkok mereceria um dia inteirinho de visitação e fotos, pois a cada passo que se dá, a cena se transforma, e quando você pensa que já não há mais o que ver, basta virar a esquina pra seu queixo cair com mais uma estátua, uma torre, uma escultura, um mosaico, um Buda ou simplesmente um novo ângulo do já se viu. Mas algumas recomendações são importantes pra quem pretende  conhecê-los.

  1. Tenha em mente que as imagens e rituais são símbolos sagrados para esse povo, atos de desrespeito podem ser punidos, inclusive com prisão. Algumas imagens não podem ser fotografadas, respeite as regras.
  2. Os templos exigem roupas discretas, sem decotes nem transparências e com ombros e joelhos cobertos. Leggings também não são recomendadas, dê preferência a calças largas, tipo aladim ou saias rodadas. Homens devem evitar bermudas.
  3. Se estiver usando regata ou short, leve uma canga ou encharpe para se cobrir durante a visitação. Alguns templos emprestam calças e quimonos gratuitamente, em outros é necessário alugar;
  4. Não é permitido entrar nos templos com sapatos, portanto, escolha um calçado fácil de se colocar e tirar. Tênis não são a opção mais prática, escolha sandálias de velcro ou sapatilhas;
  5. Pela tradição budista, não se deve tocar monges ou os locais, especialmentee a cabeça de crianças;
  6. Não aponte a sola dos pés para imagens de Buda ou para outras pessoas, é considerado sinal de desrespeito (por isso ajoelham-se perante as imagens);
  7. Inicie o passeio o mais cedo possível para amenizar  o calor durante as caminhadas, e lembre-se do filtro solar, chapéu e água;
  8. Os templos são visitados por grande quantidade de pessoas, fique atento aos seus pertences, especialmente em ambientes muito cheios, onde costumam agir os  pickpockets;
  9. Cuidado com os golpes! O mais clássico é a abordagem de turistas informando que o templo está fechado naquele horário e oferecendo outros passeios que certamente o levarão a lojas caça-níqueis e nada de templos;
  10. Busque ampliar sua experiência nos templos além daquilo que o turista vê. Fotografe, observe, medite, emocione-se. Muitos templos oferecem rituais que podem ser executados pelos turistas.  São simples, mas super simbólicos, independente de sua religião ou crença, permita-se ter essa experiência.

 

Principais Templos de Bangkok:

Wat Pho

O Templo do Buda Reclinado 

Complexo de templos  com mais de 1000 estátuas de Buda, sendo a maior delas um Buda reclinado de 46 metros.  Um dos três templos localizados às margens do rio Chao Phraya.

Horário de funcionamento: 08:oo às 18:30h

Entrada: 200฿ (US$6,00)

Como chegar: Skytrain BTS  até estação Saphan Taksin, siga de barco até ao pier  Tha Thien.

Olhares pelo mundo Bangkok (5)
Foto: Fernanda Carvalho

 

 

Wat Pra Kaew 

Templo do Buda Esmeralda / Grand Palace

O Wat Pra Kaew, ou Templo do Buda Esmeralda, fica no complexo do Grand Palace, sendo considerado o mais importante templo da Tailândia.  Fica bem próximo do Wat Pho, sendo possível caminhar entre os dois.

Horário de funcionamento: 08:30 a 15:30h

Entrada: 500฿  (US$15,00)

Como chegar: Skytrain BTS  até estação Saphan Taksin, siga de barco até ao pier  Tha Thien.

4Wat Phra Kaew e Grand Palace (55)
Foto: Fernanda Carvalho 

 

Wat Arun

Templo do Amanhecer

É o terceiro templo da região do rio Chao Phraya,  porém encontra-se na margem oposta, sendo possível fazer a travessia a partir do pier Tha Thien. A vista do amanhecer a partir do topo do templo é considerada a mais bela da cidade de Bangkok,  por isso seu nome deriva do deus hindu Aruna, que personifica o nascer do sol, considerado um momento sagrado para as religiões orientais .

Horário de funcionamento: 08:00 a 18:00h (no momento, fechado para reforma)

Entrada: 50฿ (US$1,50)

Como chegar: A partir do  pier  Tha Thien, faça a travessia para a outra margem do rio.

Wat Arun Bangkok Werapat Apirojananan
Foto: Werapat Apirojananan/CC-BY

 

 

Wat Traimit

Templo do Buda Dourado

Localizado  na  Chinatown de Bangkok, guarda o maior buda de ouro maciço da Tailândia. Conta-se que originalmente existia um buda de barro que  caiu e quebrou, revelando o buda dourado de 3 metros e 5,5 toneladas em seu interior.

Horário: 08:00 às 17:00h

Entrada: 40฿ (US$1,25)

Como chegar:  De skytrain BTS , descer na estação Hua Lampong.

Wat Traimit Bangkok Ian Gratton
Foto: Ian Gratton/ CC-BY
Wat Traimit Bangkok
Foto: Michael Shehan Obeysekera/CC-BY

 

Wat Saket

 Templo da Montanha Dourada

Fica no topo de um monte de 60 metros, e para apreciar a  linda  vista panorâmica de Bangkok  é necessário encarar 318 degraus em espiral. A grande Chedi dourada sobre o templo dá nome ao local.

Horário: 08:00 às 16:00h

Entrada: 25฿ (US$0,75)

Como chegar:  De barco, descer no pier Memorial Bridge, e seguir de táxi.

Wat Saket. Foto Shubert Ciencia  CC BY
Foto: Shubert Ciencia / CC-BY

Wat Benchamabophit

 Marble Temple

É um templo mais moderno, construído no século XX com a  fachada totalmente revestida de mármore italiano.

Horário: 08:00 às 16:00h

Entrada: 20฿ (US$0,60)

Como chegar:  De barco, descer no Pier Thewet e caminhar, ou táxi.

Bangkok Marble temple Wat Benchamabophit
Foto: Karl Baron/ CC-BY

 

Nos próximos posts, veja mais sobre  o Wat Pho e Grand Palace, os dois complexos  de templos mais impressionantes de Bangkok.

DCIM100GOPROGOPR0810.
Grand Palace, Bangkok